ÁREA RESTRITA

  • PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Medicamentos disponíveis no SUS para tratamento da Retocolite Ulcerativa e Doença de Crohn

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Muitas pessoas com Doença de Crohn ou Retocolite Ulcerativa ainda têm dúvidas de quais os medicamentos para seu tratamento estão disponíveis gratuitamente pelo SUS.

Por isso vamos explicar aqui de forma clara todos os medicamentos disponibilizados para essas doenças, para que servem e como conseguir os medicamentos.

 

É importante saber que o Ministério da Saúde tem vários Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para diversas doenças (inclusive para a Doença de Crohn e para a Retocolite Ulcerativa), onde são estabelecidos critérios de diagnóstico, tratamento recomendado, dosagens e etc.

Caso você queira conhecer cada um dos PCDT, basta clicar nos links abaixo:

PCDT da Doença de Crohn

PCDT da Retocolite Ulcerativa

 

Para sermos mais específicos, vamos mostrar aqui para que servem e quais são os medicamentos para Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa estão incluídos no PCDT, ou seja, que são distribuídos gratuitamente pelo SUS.

 

  • Aminossalicilatos

Disponíveis para RCU e DC: Sulfasalazina e Mesalazina 

  • Corticosteroides

Disponíveis para RCU: Hidrocortisona e Prednisona.

Disponíveis para DC: Hidrocortisona, Prednisona, Metilprednisolona.

  • Imunossupressores

Disponíveis para RCU: Azatioprina, 6-Mercaptopurina, Ciclosporina.

Disponíveis para DC: Azatioprina, Metotrexato, . 

  • Antibióticos

Disponíveis para DC: Metronidazol, Ciprofloxacino 

  • Terapia Biológica

Disponíveis para DC: Infliximabe, Adalimumabe, Certolizumabe Pegol.

Disponíveis para RCU: Ainda não são estão disponíveis no SUS.

Em 29 de outubro de 2019, foi publicada no diário oficial a incorporação dos medicamentos para o tratamento da RCU, Infliximabe e Vedolizumabe que segundo a lei, deve estar disponível em até 180 dias após a data de publicação.

  • Para o tratamento da Doença de Crohn, ainda está disponível o medicamento Alopurinol.

 

Como proceder para receber os medicamentos pelo SUS?

  • Informe-se na unidade do SUS mais próxima de sua residência sobre a Farmácia de Alto Custo e peça os documentos necessários para dar entrada no processo de solicitação dos medicamentos.
  • Serão solicitados de você o preenchimento de todos os  formulários, receita, laudo médico e exames que comprovam sua patologia e necessidade de uso do medicamento além de seus documentos pessoais.
  • Não esqueça de guardar cópia de todos os documentos, exames, laudos e receitas médicas. E não esqueça de sempre levar a solicitação em duas vias, para que o funcionário possa protocolar uma e lhe devolver. O protocolo que é entregue a você é importante, porque diz quem recebeu e a data em que foi recebido. Portanto, é através dele que você fará o seu controle ou poderá cobrar uma resposta.
  • Você receberá a informação da data para entrega do medicamento. O seu processo será avaliado por uma equipe do seu estado e se estiver dentro das normas exigidas no PCDT defere o pedido.
  • Após todos estes passos, seu medicamento será dispensado mensalmente a você.
  • Para manter o processo ativo, você deverá levar receita médica e a LME preenchida de 3 em 3 meses para continuar recebendo seu medicamento. (Existe uma lei que aumenta esse prazo para 6 em 6 meses mas as farmácias de alto custo têm até o mês de maio para se adequar a nova lei).
  • O processo é um pouco demorado mas é necessário para a conferência dos dcumentos e avaliar se o paciente se enquadra nas diretrizes de utilização.
Agora queremos saber de você: Como é no seu estado a dispensação dos medicamentos? O processo é demorado? Aqui no interior, pode demorar até 90 dias para conseguir. Precisamos melhorar esse tempo de espera não é?
Compartilhe, você pode ajudar alguém com esta informação! 
Visite e curta as redes sociais da ALEMDII:  
Facebook: ALEMDII  
Instagram @ALEMDII  
Twitter: @ALEMDIILesteMG 
Importante: Os conteúdos disponíveis neste portal são exclusivamente educacionais e informativos. 
Em hipótese nenhuma deve substituir as orientações médicas, a realização de exames e ou, tratamento. 
Em caso de dúvida consulte seu médico.

Compartilhe essa publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Publicações relacionadas

Doenças Inflamatórias Intestinais e suas manifestações extraintestinais

𝐃𝐨𝐞𝐧𝐜̧𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐟𝐥𝐚𝐦𝐚𝐭𝐨́𝐫𝐢𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐭𝐞𝐬𝐭𝐢𝐧𝐚𝐢𝐬 𝐞 𝐬𝐮𝐚𝐬 𝐦𝐚𝐧𝐢𝐟𝐞𝐬𝐭𝐚𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬 𝐞𝐱𝐭𝐫𝐚𝐢𝐧𝐭𝐞𝐬𝐭𝐢𝐧𝐚𝐢𝐬 foi o tema da palestra do 𝐃𝐫 𝐑𝐨𝐠𝐞́𝐫𝐢𝐨 𝐒𝐚𝐚𝐝, presidente do GEDIIB – Grupo de Estudos da Doença

Leia mais »

3º WorkDII – capacitação em doenças inflamatórias intestinais

3° 𝐖𝐎𝐑𝐊 𝐃𝐈𝐈 – 𝘾𝙖𝙥𝙖𝙘𝙞𝙩𝙖𝙘̧𝙖̃𝙤 𝙥𝙖𝙧𝙖 𝙈𝙚́𝙙𝙞𝙘𝙤𝙨 𝙚 𝙀𝙣𝙛𝙚𝙧𝙢𝙚𝙞𝙧𝙤𝙨 𝙚𝙢 𝘿𝙤𝙚𝙣𝙘̧𝙖𝙨 𝙄𝙣𝙛𝙡𝙖𝙢𝙖𝙩𝙤́𝙧𝙞𝙖𝙨 𝙄𝙣𝙩𝙚𝙨𝙩𝙞𝙣𝙖𝙞𝙨 Data: 19/11/2020 Horário: 14:00h às 16:00h Local: Plataforma Zoom Meeting 𝙀𝙫𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙜𝙧𝙖𝙩𝙪𝙞𝙩𝙤. 𝙀𝙭𝙘𝙡𝙪𝙨𝙞𝙫𝙤

Leia mais »

8 Comentários

  1. Vanessa rodrigues lima

    Nao conseguir pega meu remédio mesalazina de 800g

    Responder
    • Júlia Assis

      Olá Vanessa!
      Porque não está conseguindo? Houve algum problema no preenchimento dos documentos ou está em falta? Qual estado você mora?
      O medicamento é direito seu, está no PCDT conforme divulgamos… conte-nos o que está acontecendo para ver como orientar você.

      Abs,

      Responder
  2. Zuleide

    Tenho retucolite ulcerativa e sempre Comprei todas as medicações, como: mezalazina, lonium e os probioticos, muitas vezes tiver que suspender o uso das mesmas falta de dinheiro! Aqui no AC, fui informada que o SUS não fornecia nenhuma dessas mediações!!.

    Responder
    • Júlia Assis

      Olá Zuleide!
      Infelizmente informaram você de forma errada. A Mesalazina está incluída no PCDT da Retocolite e você tem direito sim. O SUS funciona da mesma forma em qualquer lugar do Brasil. Procure a secretaria de saúde da sua cidade e converse sobre onde são fornecidos os medicamentos de alto custo. É um direito seu e está aprovado para todos nós. Será necessário preencher a LME, anexar exames e documentos pessoais, relatório médico e receita médica. Após aprovado, você tem o direito de receber mensalmente sua medicação e só precisa renovar a receita e a LME a cada 6 meses. Sobre as outras medicações citadas, não posso afirmar pois elas não constam no PCDT.
      Fique bem e depois nos conte se conseguiu a Mesalazina.
      Abs, Equipe da ALEMDII

      Responder
  3. GLEICE MARTINS

    Queria saber qual é o valor real dessa medicação mesalazina porque já mim informaram que é de 5 mil

    Responder
    • Comunicação ALEMDII

      Oi Gleice, existem várias marcas e apresentações de mesalasina disponíveis e por isso os valores variam muito. Depende da marca, posologia, apresentação, etc.
      Em uma busca rápida na internet encontrei valores desde 59,00 a caixa até valores mais altos, acima de 600 reais.
      A boa notícia é que, como informado aqui, a mesalazina está disponível no SUS tanto para doença de Crohn quanto para Retocolite gratuitamente para todos.

      Responder
  4. LUIZ VALDIR ALVES FRANCISCO VALDIR

    Meu nome é Luiz e hj minha filha teve consulta no HC onde ela faz tratamento de doença de Croh,e não conseguimos o remédio messalazina 800,alguem poderia me informar se consigo esse remedio em algum outro lugar,pois não tenho condições de comprar e estou muito aflito.

    Responder
    • Comunicação ALEMDII

      Olá Sr Luis, não sabemos em qual estado o senhor está mas procure a farmácia de alto custo do seu município e solicite os formulários para dar entrada ao pedido da medicação pelo SUS.
      São necessários formulários, exames, receita e laudo médico. Os funcionários da assistência farmacêutica do seu município poderão auxiliar vocês. Qualquer dúvida estamos à disposição pelos nossos canais de comunicação.
      Abraços

      Responder

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações recentes

Doenças Inflamatórias Intestinais e suas manifestações extraintestinais

𝐃𝐨𝐞𝐧𝐜̧𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐟𝐥𝐚𝐦𝐚𝐭𝐨́𝐫𝐢𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐭𝐞𝐬𝐭𝐢𝐧𝐚𝐢𝐬 𝐞 𝐬𝐮𝐚𝐬 𝐦𝐚𝐧𝐢𝐟𝐞𝐬𝐭𝐚𝐜̧𝐨̃𝐞𝐬 𝐞𝐱𝐭𝐫𝐚𝐢𝐧𝐭𝐞𝐬𝐭𝐢𝐧𝐚𝐢𝐬 foi o tema da palestra do 𝐃𝐫 𝐑𝐨𝐠𝐞́𝐫𝐢𝐨 𝐒𝐚𝐚𝐝, presidente do GEDIIB – Grupo de Estudos da Doença

Leia mais »

3º WorkDII – capacitação em doenças inflamatórias intestinais

3° 𝐖𝐎𝐑𝐊 𝐃𝐈𝐈 – 𝘾𝙖𝙥𝙖𝙘𝙞𝙩𝙖𝙘̧𝙖̃𝙤 𝙥𝙖𝙧𝙖 𝙈𝙚́𝙙𝙞𝙘𝙤𝙨 𝙚 𝙀𝙣𝙛𝙚𝙧𝙢𝙚𝙞𝙧𝙤𝙨 𝙚𝙢 𝘿𝙤𝙚𝙣𝙘̧𝙖𝙨 𝙄𝙣𝙛𝙡𝙖𝙢𝙖𝙩𝙤́𝙧𝙞𝙖𝙨 𝙄𝙣𝙩𝙚𝙨𝙩𝙞𝙣𝙖𝙞𝙨 Data: 19/11/2020 Horário: 14:00h às 16:00h Local: Plataforma Zoom Meeting 𝙀𝙫𝙚𝙣𝙩𝙤 𝙜𝙧𝙖𝙩𝙪𝙞𝙩𝙤. 𝙀𝙭𝙘𝙡𝙪𝙨𝙞𝙫𝙤

Leia mais »

Área do usuário

Não possui uma conta?
Clique em registrar para se cadastrar.

Assine nossa Newsletter

Não quer perder nada da ALEMDII? Cadastre-se e receba as publicações mais importantes sobre Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa!